L.A: Cidade dos Anjos é o paraíso para os apaixonados por entretenimento

Los Angeles ao entardecer

Postado por: Pedro Ceballos

Considerada a Meca do cinema ocidental e um dos maiores centros culturais do mundo, a história de Los Angeles está intimamente ligada à Hollywood e à indústria cinematográfica que teve seu esplendor após a Primeira Guerra Mundial, nas décadas de 30 e 40, assim como a metrópole americana. Nas últimas décadas do século XX, a cidade dos anjos sofreu com a criminalidade, controle de gangues, ondas de violência e tráfico de drogas, alcançando nos últimos vinte anos uma maior segurança nas ruas e um maior controle da violência urbana, o que resultou num crescimento do turismo local.

Por mais que possua problemas urbanos como qualquer outra grande cidade, Los Angeles continua atraindo cada vez mais turistas (cerca de 26 milhões por ano). E um dos principais motivos para isso é a própria indústria do cinema, as belas praias nos arredores e uma vida cultural intensa e riquíssima.

O turismo é apenas uma das atividades que movimentam a economia de toda Califórnia que possui o maior PIB de todos estados norte-americanos, ultrapassando o valor de todos os países africanos juntos e se fosse considerada uma nação, ocuparia a sétima colocação na economia mundial.

Como toda grande metrópole, o trânsito é um problema caótico e em Los Angeles, o problema surpreendentemente é controlado devido ao ótimo planejamento das dezenas de freeways espalhadas pela cidade e que ligam os dispersos bairros de L.A. E justamente pela enorme distância entre um ponto ao outro, pela insuficiente rede de transporte público e pela bem sucedida indústria automobilística da Califórnia, que há mais carros em Los Angeles que gente, tanto que os serviços de valet (manobristas) são bem remunerados na cidade. Portanto, caso o visitante queira se locomover de um ponto ao outro é indicado que alugue um carro (desde que conheça muito bem o mapa da cidade) e que evite táxis (ainda mais se estiver sozinho e não puder dividir a corrida), já que não há muitos e são caros.

Hollywood Boulevard vista do Kodak Theatre

Um bom local para se começar o passeio na cidade é a calçada da fama de Hollywood, na qual é possível ver mais de 2400 nomes de artistas em seu chão espalhados ao longo de quase 6km da Hollywood Boulevard e covers de astros e personagens famosos como Michael Jackson, Homem Aranha e Jack Sparrow. Andando pela região será possível ver os famosos Teatro Chinês e o Teatro Kodak (onde a premiação do Oscar acontece), o museu de cera Madame Tussauds, além das inúmeras lojinhas dos nem sempre tão diversos souvenirs. Para quem ainda estiver disposto pode-se andar mais um pouco para ver mais de perto o letreiro de Hollywood.

Em Hollywood, ainda é possível fazer um passeio pelos diversos estúdios de cinema, podendo até visitar seus interiores. Hoje em dia os maiores estúdios de cinema já não ficam mais na região, migrando para cidades menores ao redor de Los Angeles ou em outros distritos da mesma, porém uma das maiores produtoras de cinema, a Paramount Pictures continua sediada em Hollywood.

Nas proximidades da região (para o padrão de Los Angeles não significa uma distância curta), ao fim da Hollywood Boulevard chega-se à Sunset Boulevard, onde o turista pode visitar o trecho mais famoso desta avenida de 39km, a Sunset Strip, onde é possível encontrar dezenas de bares com música ao vivo, já que foi o centro de toda cultura musical de Los Angeles por décadas e continua a ser.

Ao norte da cidade, o estúdio de cinema e parque temático Universal Studios vale uma visita. Além das diversas atrações do parque, uma em especial merece atenção, que é a visita guiada por alguns sets de filmagem do local, como os de “Tubarão” (1975), “Psicose” (1960), “Spartacus” (1960), “Guerra dos Mundos” (2005), “Grinch” (2000), a série “Desperate Housewives” e as atrações 3D dos filmes “King Kong” (2005) e “A Múmia” (1999). Adjacente ao estúdio/parque o turista pode caminhar ao longo da Universal CityWalk e encontrar diversas opções de restaurantes, lojas e vida noturna agitada.

Tower of Terror na Disneyland

Em Anaheim, rivalizando com a Universal Studios pela maioria de turistas, ficam localizados os parques da Disneyland (Disneyland Park e Disney Califórnia Adventure) e seu Resort. Os parques são consideravelmente menores do que os de Orlando, porém foram os primeiros de Walt Disney, inaugurados em 1955.

Entretanto para quem está sem crianças e busca um pouco mais de emoção do que cinemas 3D/4D e atrações mais fortes, uma boa pedida é o Six Flags Magic Mountain, um parque recheado com 18 das mais insanas e rápidas montanhas-russas dos Estados Unidos.

Beverly Hills é outra cidade dentro da área metropolitana de Los Angeles que exige uma visita. Lá é possível passear por suas ruas calmas e cheias de casarões bonitos nas quais artistas famosos moram e encontrar Lamborghinis, Astons Martins, BMWs e Ferraris com facilidade. Devido ao alto padrão de seus moradores, a região não é a mais indicada para compras, mas não custa nada admirar as vitrines das grifes mais famosas que estão na Rodeo Drive como Gucci, Cartier, Chanel, Bulgari, Ermenegildo Zegna, Louis Vitton, Prada, Tiffany and Co., entre outras marcas.

Os arredores de Los Angeles são recheados de belas praias e são ótimos locais pra se caminhar e alugar uma bicicleta. Ótimos exemplos são Venice Beach, Long Beach, Malibu e Santa Mônica, com destaque para esta última que além da bela praia, reserva uma rua inteira (Third Street Promenade) com diversas lojas e é um bom local para compras.

A gastronomia é muito rica na Califórnia, principalmente devido à grande quantidade de imigrantes e à enorme variedade étnica. Destaque para a culinária asiática e para as cidades litorâneas, que são excelentes lugares para se comer frutos do mar e observar a praia nos famosos piers.

Centro de Los Angeles

Para finalizar, Downtown Los Angeles é o centro financeiro e o local onde a cidade foi fundada pelos espanhóis em 1781. É o único ponto da metrópole onde há gigantes arranha-céus, nos quais estão localizados os principais órgãos públicos e bancos da costa oeste. Não é uma região turística como Hollywood, porém, acompanhando a revitalização recente, há projetos para transformar o centro da cidade na “Manhattan do Oeste”.

Los Angeles possui um clima muito diferente das grandes cidades mundiais, pois mesmo sendo uma das maiores metrópoles norte-americanas, consegue reunir muita diversão, arte e gente descontraída em um local só, já que cresceu e se desenvolveu a partir desta característica tão marcante e continua a ser a capital mundial do entretenimento.

Anúncios

Publicado em 14 de agosto de 2011, em Turismo e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: