Mercado imobiliário: altos e baixos

Postado por: Sara Abdo e Tatiana Montiel

Oscilações do mercado imobiliário.

Em 2008, o mercado imobiliário brasileiro não sofreu o grande impacto que desolou o mercado americano: houve algumas quedas, desacelerações e movimentos cautelosos, mas nada que trouxesse grandes prejuízos. Passado o susto inicial, o Brasil pôde se reestabelecer: Já em 2009, o mercado imobiliário estava superaquecido, o que foi favorecido pelas baixas taxas de juros no setor. O mercado ficou em alta e o preço dos imóveis para locação e compra teve um grande crescimento nos últimos dois anos. Essa situação perdurou até recentemente, pois houve um desaquecimento do mercado imobiliário. Depois de uma alta vertiginosa no preço, a tendência de qualquer mercado é a desaceleração do crescimento. No caso do paulistano, houve um registro de queda de 31,3% das vendas em relação ao 1º semestre de 2010. Para Luiz Paulo Pompéia, diretor da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), o preço dos imóveis chegou perto do teto, o que desacelerou a valorização e estreitou as possibilidades de compra. O mercado ficou estagnado. Especialistas afirmam que a supervalorização dos imóveis na capital continuará, mas cada vez menor. Segundo estatísticas, a (natural) queda no preço vai ficar mais evidente no decorrer de 2012, já que a explosão no mercado tornou-se insustentável.

Segundo matéria da Folha de S.  Paulo, o preço do m² na capital paulista varia entre R$2 mil e R$17 mil.

Anúncios

Publicado em 14 de setembro de 2011, em Economia e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: