Um novo monopólio alemão

Ninguém é páreo para Sebastian Vettel

Postado por: Enrico Barbosa

Não há mais dúvida sobre a temporada 2011 da Formula 1, ninguém é páreo para Sebastian Vettel. Após 8 vitórias em 13 grandes prêmios disputados e restando apenas 6 corridas para o fim do campeonato, está claro que o bicampeonato do alemão é inevitável.  Além do número impressionante de GPs conquistados, o piloto pode igualar a marca de Nigel Mansell, que no ano de 1992 largou na frente em 14 das 16 provas da temporada.

O Grande Prêmio de Monza, disputado no último final de semana, teve como destaque a disputa entre o espanhol Fernando Alonso e o atual campeão Vettel. Logo na largada o piloto da Ferrari tomou a primeira posição do alemão, entretanto o espanhol não suportou a pressão do piloto da RBR por muito tempo e foi ultrapassado na quinta volta. No restante da prova o alemão não teve grandes dificuldades para disparar na ponta e vencer a oitava corrida no ano.

É impossível não assistir as consecutivas vitórias do alemão da RBR sem associa-las imediatamente com as conquistas de Michael Schumacher na “era de ouro” da Ferrari. É claro que Vettel está muito distante dos sete títulos mundiais do seu compatriota, mas a questão é: será que é o começo de um novo monopólio alemão na Formula 1, semelhante as conquistas de 2000 à 2004?

Anúncios

Publicado em 14 de setembro de 2011, em Esportes e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: