Imóveis: suas dúvidas esclarecidas

Margareth Oliveira Mulatinho

Postado por: Sara Abdo e Tatiana Montiel

Em entrevista ao blog Eh tipo internet?, a corretora de imóveis Margareth Oliveira Mulatinho, 47, fala sobre as características e tendências do mercado imobiliário. Segundo ela, seu trabalho sempre foi em banco, na área comercial e financeira. Há três anos começou a trabalhar na Gafisa, porém, exigia muita carga horária, o que não correspondia às suas expectativas, saiu da empresa. Interessou-se pelo estilo da corretora Maber, o valor que a empresa dava aos corretores e o atendimento diferenciado aos clientes, se candidatou a uma vaga. O que atrai Margareth Mulatinho neste mercado é o fato de lidar com pessoas, com seus desejos e sonhos e poder fazer parte disto e, principalmente quando os objetivos são alcançados, os rendimentos são muito bons.

EH TIPO INTERNET?: Existe uma relação concreta entre a crise mundial de 2008 e as mudanças nos valores imobiliários no Brasil?

MARGARETH MULATINHO: A crise de 2008 não afetou diretamente os valores dos imóveis no Brasil, mas como o crédito ficou mais difícil, as vendas caíram muito.

ETI: Em recente reportagem da Folha de S. Paulo, fala-se em baixas taxas de juros e aumento dos financiamentos. Qual a importância disso no cenário imobiliário?

M: Como possuímos um déficit habitacional grande e os valores dos aluguéis são altos em relação ao poder de compra das classes menos favorecidas, as taxas de juros baixas estimulam o aumento da compra de imóveis à medida que o percentual é de apenas vinte por cento de entrada, facilitada durante o período de construção, e o comprador pode pagar o restante em 360 meses. A consequência é o aumento das vendas. Isso deve acontecer enquanto houver disponibilidade de crédito.

ETI: Na tendência dos mercados no século XXI, é natural que o preço dos imóveis comece a cair, uma vez que o custo chegou perto do teto e o mercado acabou estagnado. Você também vê a situação dessa forma? Acredita que realmente há um valor máximo (teto) e que, depois desse ser atingido, a única opção é a queda dos preços?

M: Acho que realmente os preços chegaram a valores muito altos. Comparado a outros países, o valor do m² em alguns estados do Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro, estão equivalentes a Nova York, Paris, etc. Por isso, acho que a tendência é que os preços estabilizem até que a renda volte a subir.

ETI: Qual a influência da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016, ambas a serem realizadas no Brasil? Há uma tendência à valorização do espaço e/ou das construções em si? Se sim, qual o principal motivo dessa valorização?

M: Estes dois eventos irão movimentar as cidades sede, já observamos o crescimento das obras de infraestrutura, o que favorecerá a valorização dos espaços, mas não necessariamente os imóveis residenciais. Acredito que a crise mundial atual irá afetar o poder de compra da população em função da importação de inflação e prováveis reduções na disponibilidade de crédito imobiliário.

ETI: Na atual condição do mercado, você acha que estamos em momento propício para investir em imóveis (compra/locação) próprios?

M: Acho que o momento é de aguardar, pois o cenário mundial não está muito favorável e, portanto, os preços podem demorar a retomar o crescimento ou até mesmo reduzir durante o período em que não houver crescimento de renda ou disponibilidade de crédito. A conta para o investidor deve ser feita com base na aplicação financeira versus rendimento do imóvel. Atualmente, a renda financeira está mais atrativa que a renda do aluguel dos imóveis ou mesmo da potencial valorização dos mesmos.

Anúncios

Publicado em 21 de setembro de 2011, em Economia e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: