Kirchner mais uma vez

Postado por: Pedro Jorge Ferrari

As eleições presidenciais na Argentina tiveram como resultado mais um mandato da atual presidente. Cristina Kirchner foi reeleita por mais 4 anos com aproximadamente 53,96% dos votos. Agora resta saber como seu período de governo, que foi marcado pela censura à liberdade de expressão e a alta taxa de desemprego, se renovará e lidará com a crise mundial e as pressões da população e da oposição quanto as suas decisões.

O governo dos Kirchners, vigente desde 2003, teve como aspecto positivo o abatimento de boa parte da dívida argentina e o crescimento econômico do país. Porém, enquanto a economia se fortalecia, devido a abertura do mercado ao exterior e privatizações das empresas, a população aumentava e o número de empregos no setor privado não acompanhou tais crescimentos, tendo como consequência, nesses últimos anos, uma alta taxa de desemprego e inflação no país.

A economia argentina esta paralisada, pois boa parte de suas exportações, vindas da agricultura e da indústria automobilística, sofreram grandes embargos tributários. A venda de automóveis para o Brasil, uma das principais atividades do país, foi freada devido à taxas e impostos determinados pelos governos, o que afetou suas relações.

A perseguição aos meios de comunicação é outra polêmica do governo de Cristina, principalmente ao jornal Clarín. Ela procurou desqualificar os jornais, processá-los e censurá-los, e aprovou uma lei, a qual permite a regulamentação da mídia, simplesmente pelo fato de não serem aliados ao seu governo. Os oposicionistas, acreditam que seu sucesso nas eleições se deve a morte de seu marido e ex-presidente argentino, Nestor Kirchner, e ao uso dessa imagem por Cristina.

A presidente começará seu novo mandato realizando uma reforma nos ministérios, no parlamento e no congresso, onde pretende atribuir a grande maioria dos cargos aos seus aliados políticos, ou seja, mais poder em suas mãos. Essa atitude pode ser entendida como o fim da liberdade de imprensa, de expressão e provavelmente haverão poucas mudanças nos próximos quatro anos.

Anúncios

Publicado em 26 de outubro de 2011, em Internacional e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: