Paraíso Indie

Postado por: Mariana Mundim


O vocalista da banda The Strokes canta para uma platéia de 20 mil pessoas no Playcenter
Foto: Reinaldo Marques/Terra

No último sábado, dia 5 de Novembro, aconteceu o Planeta Terra Festival 2011 – direto do Playcenter em São Paulo. O festival foi acompanhado por 4,6 milhões de pessoas em 18 países. O público pôde assistir as mais de 11 horas de shows ao vivo desta quinta edição do evento, que também foi transmitido via dispositivos móveis – smartphones e tablets.

 

Com ingressos esgotados em tempo recorde – foram todos vendidos em apenas 14 horas depois de colocados à venda – o Planeta Terra reuniu 15 atrações musicais, que se dividiram entre dois palcos, o Sonora Main Stage e o Claro Indie Stage. Entre elas, The Strokes, Groove Armada, Interpol, Goldfrapp e Bombay Bycicle Club. O público no local também pôde se divertir em 14 brinquedos do Playcenter, que funcionaram até a madrugada de domingo.

 Principais Atrações

É um fato que a maioria do público foi para ver o grupo americano, The Strokes. Entretanto, as outras atrações do dia fizeram sucesso e surpreenderam com grandes perfomances e com uma platéia entusiasmada, que dançava e pulava com os nomes que não eram tão conhecidos como os então consagrados, The Strokes.

A cena underground indie esteve muito bem representada no festival. Goldfrapp e Bombay Bycicle Club se apresentaram no palco secundário, o Claro Indie Stage.

A banda britânica Goldfrapp, que já era uma antiga pedida dos indies para o festival, surgiu com sua vocalista, Alison Goldfrapp, vestida com um esvoaçante vestido curto preto, que parecia ser feito de sacolas plásticas pretas picotadas, que com o ventilador que estava presente no palco, parecia que ia voar a qualquer momento. Os cabelos loiros volumosos ao vento apenas confirmavam o vôo. A banda tocou hits como Believer, You Never Know e Ooh La La, que fechou a apresentação.

A também banda britânica, Bombay Bycicle Club, se apresentou no mesmo momento que o Beady Eye, no outro palco, o Sonora Main Stage. O que foi um fato curioso, já que muitos preferiram curtir o som emergente do Bombay, do que a banda dos remanecentes do Oasis, Beady Eye. O som dançante do grupo cativou muitos novos admiradores, que então conheciam sua música pela primeira vez. Porém, o grupo já contava com inúmeros fãs que cantavam entusiasmados os hits do quarteto. Tocaram sucessos como Shuffle, Your Eyes e Dust on The Ground.

No palpo principal – o Sonora Main Stage – teve a impecável apresentação do Interpol. A banda de Nova York, subiu no palco e reuniu hits de todos os quatro álbuns da carreira. Os hits marcantes e grudentos vindos das guitarras do líder Paul Banks agradou e muito os brasileiros. Do hit do último trabalho, Success ao um dos primeiros hits, Say Hello to the Angels, o Interpol marcou uma das melhores apresentações do dia.

E finalmente, o mais esperado: The Strokes. A banda americana que conta com  o baterista brasileiro, Fabrizio Moretti, subiu ao palco de maneira pontual, às 01:30 da madrugada. Abriram o show com o hit New York City Cops. A platéia estava completamente alucinada, essa é a palavra que melhor define. Os fãs cantaram praticamente todas as músicas da banda em um coro ensurdecedor. A banda fez um show reunindo os seus grandes sucessos, como You Only Live Once, Reptilia e Last Nite. Julian Casablancas, o vocalista da banda, surgiu com o seu vestuário já conhecido: calça skinny e jaqueta de couro. Para aquela noite, ele usava óculos de sol e um boné de estilo hip hop, este último que surpreendeu por não ser muito usado por roqueiros. Porém, nada disso importou, Julian foi muito carismático, arriscou algumas palavras em português, elogiou a platéia, as mulheres brasileiras e soltou um “I love you” para Fabrizio, que tímido não falou muito com a platéia, que gritou o nome do brasileiro diversas vezes durante o show. O vocalista de uma das maiores bandas indies do momento ou talvez a maior, sintetizou bem a noite e o seu próprio show enquanto conversava com a platéia e disse: “Fantástico”.

Anúncios

Publicado em 10 de novembro de 2011, em Música e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: