Arquivo da categoria: Cinema

Por baixo da pele que habitamos

Antonio Banderas e Elena Anaya em “A Pele que Habito”, novo filme de Almodóvar (Foto: Divulgação)

Postado por: Jacqueline Elise

Aqui vai um pequeno fato sobre a nova obra de Pedro Almodóvar: é praticamente impossível falar de A Pele que Habito sem entregar algum detalhe crucial da história. E este é o típico filme que deve ser visto sem saber o que vai acontecer, sem expectativas. Talvez esta seja a película mais “deslocada” do diretor espanhol, pois não se parece muito com qualquer um de seus trabalhos anteriores. Aqui, Almodóvar procurou se aventurar pelo suspense e talvez um gênero que possa ser considerado como “terror psicológico”, mas a verdade é que não há palavras precisas para classificar tudo que o filme engloba.

Leia o resto deste post

Anúncios

“Tropa de Elite 2” estreia nos EUA e inicia campanha ao Oscar

Cartaz americano do filme “Tropa de Elite 2”

Sob o título “Elite Squad: The enemy whitin” (em português, Tropa de Elite: O inimigo interno), o longa brasileiro dirigido por José Padilha estreou nos cinemas de Nova York na última sexta-feira e será lançado em outras 25 cidades dos EUA a partir do dia 25. O filme tem sido elogiadíssimo pela crítica americana: no site Rotten Tomatoes, que reúne textos de alguns dos principais críticos de cinema do mundo, o filme conquistou de forma unânime os especialistas  e 93% do público em geral. São índices importantes para a campanha do filme no Oscar em 2012, para concorrer ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro.

Leia o resto deste post

Halloween: Top 5 filmes de terror

Foto: Divulgação

Postado por: Jacqueline Elise

Pode ser que a data precisa do Halloween tenha passado, mas ainda é válido comemorá-la, e não há um jeito mais clássico e divertido de relembrar o dia 31 de outubro do que assistir filmes de terror. Sendo assim, o EhTipoInternet montou um Top 5 com nomes marcantes deste gênero, misturando películas consagradas e outras que, mesmo não sendo muito conhecidas, valem a pena serem vistas. Confira:

Leia o resto deste post

Selton Mello fala sobre seu novo filme, “O Palhaço”

Elenco em cena do novo longa de Selton Mello. Foto: Divulgação

“Eu faço o povo rir, mas quem é que vai me fazer rir?”, pergunta Benjamin, protagonista de O palhaço. A fala sintetiza bem o dilema enfrentado pelo personagem que está desencantado, que não se reconhece mais na profissão. “É a história de um palhaço que acha que perdeu a graça”.

O filme, que entra em circuito nacional nesta sexta-feira, promete angariar grande público, como já o fez no Festival de Paulínia, onde conquistou 4 prêmios: melhor diretor, roteiro, ator coadjuvante (Moacyr Franco) e figurino. Durante sua primeira exibição na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, dia 24 de outubro, a sala 1 do Cine Livraria Cultura esteve lotada e, entre os espectadores, estava o elenco do filme, incluindo Selton Mello, que conversou com o público após a sessão. Confira os melhores momentos da conversa com roteirista (em conjunto com Marcelo Vindicatto), diretor e protagonista do longa.

O filme é notavelmente comercializável, mas de uma beleza única. Você está satisfeito com o resultado final?

Fizemos o filme que sonhávamos. Um filme sonhador, cheio de delicadeza. Eu sinto falta disso como espectador. A história é muito clara, mas sem dar as coisas mastigadas. Queríamos fazer um filme claro, sem ser simplório; fazer um filme para o grande público, sem perder a camada sensível de entendimento; popular, sem perder a ternura. É o caminho do meio, que eu não vejo ninguém fazendo. Ou é muito radical, ou muito popular. Mas será que não é possível fazer um filme que se comunique, mas que seja sensível?

Leia o resto deste post

Mostra de Cinema perde seu criador uma semana antes de sua abertura

Morre Leon Cakoff, fundador da Mostra Internacional de São Paulo

Postado por: Marina Berlowitz

Poucos dias antes do início da 35ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo (especificamente, no dia 14 de outubro), morreu aos 63 anos seu fundador Leon Cakoff – ele vinha lutando contra um melanoma desde 2002. Era casado com Renata de Alemida, atual diretora da Mostra.

Leia o resto deste post

Festival de Veneza começa a definir seus favoritos

Banner oficial da 68ª Bienal de Veneza (Foto: Divulgação).

Postado por: Jacqueline Elise

Em 30 de agosto, começou um dos eventos mais importantes para o mundo cinematográfico: o 68º Festival Internacional de Cinema de Veneza, que ocorre anualmente desde 1932 na cidade italiana. Assim como o Festival de Cannes e o Festival de Toronto, Veneza sempre oferece uma safra de filmes que muitas vezes são cruciais para definir o cenário da sétima arte a cada ano. Em 2011, Cannes revelou películas muito elogiadas como Melancolia de Lars Von Trier (leia a crítica feita pelo Eh Tipo Internet aqui) e o vencedor da Palma de Ouro, A Árvore da Vida de Terrence Malick. No dia 10 de setembro, os ganhadores do Leão de Ouro serão decididos e alguns jornalistas já demonstraram suas preferências diante dos trabalhos apresentados, portanto o blog fará uma pequena lista dos filmes que estão concorrendo e que já foram muito bem falados nas coletivas de imprensa do Festival. Confiram e comentem seus favoritos:

Leia o resto deste post

“Melancolia”: a tão somente estética de Lars Von Trier

Kirsten Dunst e Charlotte Gainsbourg interpretam Justine e Claire em Melancolia

Postado por: Marina Berlowitz

A câmera instável, as imagens em câmera lenta, o som de “Tristão e Isolda”, de Wagner — é tudo muito lindo. Esteticamente, o novo filme de Lars Von Trier, Melancolia, é impecável. Mas a julgar pelo conteúdo, e o que se espera de Lars Von Trier (o polêmico), o filme deixou a desejar: não basta que um diretor faça um filme bom, ele precisa também fazer jus ao seu repertório e corresponder (ou superar) às expectativas do espectador. A temática da morte e do fim inevitável é o eixo principal do filme, que é dividido em duas partes: a primeira foca-se em Justine (interpretada por Kirsten Dunst) e sua festa de casamento; a segunda parte dá-se em torno de Claire (interpretada por Charlotte Gainsbourg), irmã de Justine, enquanto aguardam o choque entre a Terra e o planeta Melancolia (o apocalipse).

  Leia o resto deste post

Capitão América agrada, mas não marca

Um dos posters do filme "Capitão América - O Primeiro Vingador" (Foto: Divulgação)

Postado por: Jacqueline Elise

Muito tempo se aguardou desde que o anúncio do filme Capitão América – O Primeiro Vingador foi feito. Com um elenco que contava com bons nomes e uma super produção, os fãs ficaram esperançosos e apreensivos quanto ao resultado final: a escolha das roupas, a explicação da história (nem tudo que ocorre nos quadrinhos soa tão plausível nos cinemas), a atuação de Chris Evans em mais um filme hollywoodiano sobre heróis (seu primeiro papel do gênero foi em O Quarteto Fantástico, que não gerou muitas críticas positivas). Será que Capitão América vingaria sua aparição e sua demora? Tudo aponta que sim, mas talvez não tenha sido tão marcante como os outros Vingadores que já passaram pelos telões.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: